domingo, 21 de novembro de 2010

...


Tão graciosa quanto uma borboleta, tão brilhante quanto às estrelas, tão suave quanto um vestido de cetim, tão delicada quanto às pétalas de uma tulipa...
Ela rodava tão rápido... Como um beija – flor bate suas assas.
Dançava com o coração. Um sonho talvez?!
Até aquele com um emocional de uma pedra se encantaria.
Era mágico!

2 comentários:

may disse...

Nossa Laaaura, que liindo *---------* adorei

Auíri Au disse...

Que lindo.
Até dancei nas palavras.
Beijos