quinta-feira, 10 de junho de 2010

Minhas lembranças


Como eu sinto saudades do tempo que a gente era do gueto, da máfia, a menina maldita ‘Uiz Brodyy’; passo rápido demais isso. Não foram suficientes as nossas risadas, as confusões, os churras com bebedeiras, os trabalhos da escola, tudo. Passo rápido demais. E aquele medo que sentíamos de cada um ir por um caminho diferente? Bom aconteceu! Nos vemos de vez em quando, mais não é a mesma coisa, amadurecemos, vizemos outras amizades, mudamos de escolas, e o que nos restou?! As lembranças. Essas não podem mudar, ficou gravada nos nossos cérebros, mesmo que às vezes imaginamos que esquecemos, ai elas aparecem e junto delas vem àquela saudade imensa dos tempos que não voltam mais.

Mesmo que o tempo passe vocês vão continuar sendo ‘meus melhores amigos’. ♥

2 comentários:

Henrique Miné disse...

porra, é foda isso mesmo

Esses dias me encontrei com a galera do colégio e, puta merda, foi muuito emocioonante

Sinto falta de ser quem eu era quando estava com aquela galera, muuita falta :/

Reh ferreira disse...

És difícil mesmo, sei bem como és. Passo por isso, e as lembranças com certeza nunca serão esquecidas! =)

Adorei o seu blog, os textos então.

Beijos =*