domingo, 18 de abril de 2010

Certezas

Queria eu ter a certeza de tudo.

Certeza de poder falar e não ser ignorada, certeza de poder chorar e não ser chamada de tola, certeza de se jogar e não machucar.

Queria eu parar de ser tão ingênua, e achar que todos são bons e que o mundo é um lugar lindo.

Queria eu ter a coragem de seguir em frente e deixar tudo pra trás.

Mais deixar como? E meus sentimentos?

Cansei de segurar as lagrimas, cansei de bancar a forte.

Um comentário:

may disse...

Certezas sempre serão incertas. Vc deve saber que a gente nunca tem certeza de nada, então não se fixe nessa ideia de perfeito.

ps.: peidorrenta