sábado, 20 de março de 2010

Pombinhas


Ela andava sem nem dar atenção às pessoas a sua volta. Olhava para as árvores.
Uma dica que sua professora de Artes tinha falado. Curiosa, começou a seguir sua caminha olhando para cima, descobriu um mundo novo, rico e lindo. Maravilhada com o suave pousar de pássaros em seus ninhos, a sincronia das folhas ao balançar com o vento, filhotinhos gritando de seus ninhos pelas suas mães.
Distraída não reparou na pombinha que pousava em um fio de rede elétrica bem em cima de sua cabeça. Com a artilharia armada, soltou seu explosivo, ela é claro sem nem notar foi atingida em cheio em seu casaco, olhou para cima de sua cabeça e viu a pombinha em retirada com medo talvez de levar uma pedrada.
Com nojo de si mesmo continuou sua caminha uma pouca mais atenda com pombinhas inimigas que estivessem com dor de barriga por ai.

6 comentários:

Anaa Bia ;) disse...

tsc, pombinhas sempre pegam a gente de surpresa ! E eu sempre ando distraída, melhor tomar cuidado ahahahahha adorei esse texto *-*

Beeijo :*

may disse...

a pombinha cago em vc? HAHAAHAHAHA

disse...

Muito suave e divertido o texto! Amei o blog, beijos.

- gabs, disse...

engraçadinho e fofinho!
já aconteceu isso comigo, mas foi de Urubu. O que é pior, pois trás doenças gravíssimas. Tive que retornar para casa e tomar banho.
Confesso, tenho medo de pombas, rs x:

Thamy disse...

eca! já sentei em coco de passaro e isso é chato demais =/

Crispi. disse...

Eu já passei por isso, e na hora fiquei com raiva e deixei de ver a beleza das pombinhas haha :)